sexta-feira, 28 de abril de 2017

Ilusão

Vá!
Explica-me lá!
O que é que faço como que sinto?
Conto a verdade ou minto?
Esse teu sorriso inocente, é luz
Os teus olhos meigos, a minha cruz
O que a boca não fala, o corpo diz
Só queria beijar-te, cicatriz a cicatriz
Se estou apaixonada? Não! Estou encantada
Encantada por uma ilusão por mim criada
Há tanta coisa que nos diz não
E apenas uma nos une: a minha ilusão
Na realidade, nem sabes desta atracção
Na verdade, nem existo no teu pensamento
A ser frontal, o que sinto nem é um sentimento
É apenas desejo, de te ter e sentir
Mas em breve tudo irá ruir
E ficarei mais leve e livre da minha ilusão,
Pois alguém, que não eu, tem o teu coração.
Enviar um comentário